Como aumentar seu vocabulário em um idioma que já estudou


Aprender um novo idioma não é uma tarefa fácil e muito menos rápida. Mesmo assim, existem vários truques que podem melhorar o aprendizado e acelerar a maneira com que seu cérebro retém informações. Lembre-se de que muitas pessoas são poliglotas e várias delas falam cerca de 10 idiomas totalmente diferentes e jamais desanime. Essas dicas são para quem já tem um conhecimento prévio do idioma que deseja melhorar.

1) Aulas em grupo
Além das aulas comuns, que são muito boas em geral, muitas escolas de idiomas oferecem aulas de conversação em grupo, que podem aumentar seu vocabulário. O truque aqui é: muitas vezes outras pessoas vão utilizar palavras que você não conhece e vice-versa, e então é só pesquisar.

2) Leia!
Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas têm medo de começar a ler em um idioma que não dominam totalmente. Aqui entram várias técnicas, como: não parar a cada palavra que não entender para olhar no dicionário, já que a maior parte dos significados você conseguirá deduzir pelo contexto e só buscar quando for essencial para entender o que está acontecendo; começar por livros fáceis e até livros infantis; ler livros curtos para não desanimar; usar o kindle ou outro e-reader que possibilite a você buscar as palavras que não conhece, e assim vamos. Essa parte é muito importante, porque te mostrará palavras que não são tão comuns no uso coloquial do idioma, ou seja, o que você falaria no dia-a-dia com seus amigos. Avance conforme se sentir confortável e faça disso um hábito.

3) Assista filmes em outros idiomas
Caso você queira melhorar seu inglês, pegue seu filme preferido e assista com o áudio em inglês e legendas em português, depois com áudio e legendas em inglês e uma vez com o áudio original e sem legendas. Aplique o mesmo para qualquer idioma. Nesse caso, o Netflix é realmente muito útil, já que muitas séries e filmes possuem opções de áudios não originais em idiomas não tão comuns.

4) Use o Duolingo
Não acho que o Duolingo seja a melhor ferramenta para aprender um idioma, mas é muito interessante para melhorar o que você já conhece. Ele possui ferramentas de tradução colaborativa além das lições comuns, porém essas ferramentas só estão disponíveis a partir de um certo nível desbloqueado no idioma – faça a proficiência. 

5) Converse com nativos
Nem sempre essa é uma opção tão prática e possível para todos, mas para quem está em uma universidade pública ou mora em uma região com muitos estrangeiros é bem fácil. Se esse não for seu caso, use a internet! Se você for mulher, procurar alguém pelo facebook da mesma faixa etária pode ser útil – digo apenas para mulheres porque um homem fazendo isso pode ser assustador no mundo em que vivemos. Existem também sites dedicados a fornecer esse contato, como o Omegle e outros mais sérios.


6) Aprenda um novo idioma

Pode parecer confuso, e esse item requer um conhecimento prévio maior que os anteriores - na minha experiência aprender alemão a partir do inglês ajudou muito a melhorar meu inglês. Além de perceber as semelhanças e diferenças dos idiomas, você é praticamente obrigado a descobrir o que não conhecia do idioma anterior (no caso, o inglês) para conseguir avançar. Acredito que seja melhor não usar essa dica para idiomas de mesma origem, como espanhol e italiano. 


7) Siga um curso online

Muitas universidades, canais no Youtube, sites e etc, fornecem sistemas de estudos online gratuitos que contam com a mesma sequência e mesmo material de aulas que as presenciais. Um exemplo é o Centro de Estudos da Linguagem (CEL) da UNICAMP, que disponibiliza material online de auto-estudo baseado em livros didáticos. Super recomendo o de alemão!


8) Seja curioso

Olhar uma página aleatória do seu dicionário bilíngue, procurar um artigo de jornal/revista/blog no idioma que quer melhorar, ler rótulos de produtos importados, ouvir músicas e procurar as traduções, procurar frases comuns e expressões cotidianas, enfim... SER CURIOSO!

Tem mais alguma dica? Algo funcionou com você? Vai tentar alguma dessas? Conta pra gente!

0 comentários:

Postar um comentário

 

BLOG HORRORSHOW - CRIADO E DESENVOLVIDO POR ARTHUR LINS - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2015